quarta-feira, 14 de novembro de 2012

ROUPA SUJA SE LAVA... AO VIVO

Desde pequeno, minha família sempre me ensinou que nossos problemas deviam ser discutidos em casa, entre nós.

Não é de hoje que observo que existem alguns programas de rádio que são verdadeiras "lavanderias de roupa suja" da vida alheia. Tem também os de televisão, que não perdem em nada para os programas de rádio.

Os ouvintes ou telespectadores, sem qualquer tipo acanhamento, expõem problemas sexuais, financeiros, de relacionamentos, etc, demonstrando não ter, no meu modo de ver, nenhum um pouco de classe e de amor próprio. A coisa fica pior quando envolvem outra pessoa durante a transmissão.

É uma pena que tantos, exponham de maneira tão baixa as suas vidas. Em certos casos, não percebem que a única coisa que demonstram é a própria incompetência em lidar com situações do cotidiano, mas acham que estão fazendo o maior sucesso.

Nada tenho contra as pessoas que promovem este tipo de "programa". Se o um certo "segmento" do público "necessita" deste tipo de coisa, que a tenha então. Pessoalmente, não assisto ou ouço isto.

De um modo geral, vejo no povo brasileiro uma completa falta de educação, de cultura, de noção sobre a realidade do mundo e também da realidade sobre si mesmo.

Sobre a questão da cultura, existe a ironia de que quanto mais uma pessoa a adquire, mais isolada ela fica da multidão. Chega um instante em que por mais que ela se esforce, torna-se difícil participar ou até mesmo ouvir conversas que só falam do "curíntia", ou do "BBB", ou das outras idiotices que assolam a vida da "massa" brasileira.

Se você tentar conversar sobre um aspecto cultural, econômico ou social com estas pessoas, elas não entendem o que você fala e ainda te olham como se você fosse um alienígena. Estes assuntos não fazem parte do "mundo" delas.

Tenho o hábito de perguntar às pessoas que conheço, se gostam de ler e quantos livros lêem por ano. Tirando raríssimas exceções, escuto normalmente... "Eu não gosto de ler". Tudo bem! Cada um tem seu gosto.

Nos últimos anos, parte do povo brasileiro tem, de certa forma, evoluído financeiramente. Pelo menos um pouco. É possível perceber que as pessoas conseguem aquilo que mais querem, mas deixam de buscar aquilo que mais precisam.

Eu acho que este é um dos grandes desafios do povo brasileiro: evoluir na parte cultural. Precisa também ter um pouco mais de educação. Para isto é necessário que as pessoas agreguem estas percepções a seus valores e de alguma forma, consigam ter domínio sobre sua natureza.

Quero ressaltar que como membro da sociedade, também busco constantemente evoluir em todos os aspectos, especialmente o cultural. As regras valem para todos.

Comecei este texto falando de "lavar roupa suja" em público e agora estou falando da falta de educação e cultura do povo brasileiro.

O que tem a ver uma coisa com a outra? Na minha percepção tem tudo a ver. Se o povo brasileiro fosse mais culto e mais educado, jamais participaria deste tipo de coisa.

( Texto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Nenhum comentário: