sexta-feira, 28 de novembro de 2014

CONSUMISMO EXAGERADO


Diariamente vejo em jornais, revistas e televisão, inúmeros anúncios de veículos zero quilômetro, com as mais criativas e atraentes facilidades para a compra. Até "Black Friday" para veículos já lançaram.

Consumidores desavisados ou descontrolados (em ambos os casos são otários), cativados pelos truques das propagandas, ou pela necessidade de satisfazer seus egos, acabam caindo na tentação e comprando o produto.

Para quê o consumidor precisa disto? Algumas vezes é para satisfazer uma necessidade legítima, mas outras vezes é apenas para criar a falsa aparência de que ele tem "status", de que tem dinheiro.

Quantas vezes estes "falsos ricos" se dão mal, e acabam com seus nomes incluídos no cadastro de devedores (SPC) porque não conseguem pagar aquilo que compraram.

Pior ainda, são os que têm o veículo ou bem tomados de volta pelo vendedor, vendo o objeto de sua ilusão ser vergonhosamente leiloado para saldar as dívidas não pagas.

Tirei a foto a seguir de um pátio de veículos para leilão. Note que apenas uma parte do pátio foi fotografada.


Veja quantas pessoas caíram na tentação do consumismo descontrolado e das compras mal planejadas. Muitos, vítimas de sua própria mania de ostentação. Querem mostrar para os outros algo que não são, e que provavelmente jamais serão, em virtude dos maus negócios que fazem.

Quando falo sobre consumismo, não me refiro apenas a veículos. Me refiro a tudo: carros, motos, telefones celulares, eletrodomésticos, roupas, sapatos, etc.

Os famosos "juros zero", que na verdade já foram embutidos no preço do produto, fazem do consumidor a vítima perfeita. Experimente, por exemplo, ir em uma loja de eletrodomésticos e comprar parcelado um produto que é anunciado como sendo "sem juros", e imediatamente em seguida pague todas as parcelas do carnê. Você vai ver que recebeu um desconto na hora de pagar! mas afinal o que é isto? É mágica? Não! São os juros embutidos no preço do produto, só para enganar os "espertos" consumidores brasileiros.

Você precisa comprar um produto novo para quê? Aquele que você tem estragou ou está velho? Ou você está querendo apenas ostentar?

Perceba, que o mundo não é um depósito inesgotável de recursos. O consumismo exagerado, onde o Brasil é um dos campeões, está ajudando a exaurir os recursos naturais.

Sem contar a poluição que é gerada para extrair, transportar e transformar a matéria-prima, e depois produzir e transportar o bem até o vendedor final.

Alguma vez você já pensou no impacto que você causa? As consequências do consumismo vão muito além do que o simples comprar.

Da próxima vez que for comprar algo, pergunte-se se realmente precisa daquilo e se tem condições de pagar.

Lembre-se de algo muito importante: muitas vezes, o que faz uma pessoa não ter dinheiro é o simples fato dela não saber usar corretamente o dinheiro que tem, mesmo que seja pouco.

Fazer um mundo melhor depende só de você.

Nenhum comentário: