quinta-feira, 13 de novembro de 2014

REELEIÇÃO E RECESSÃO

Depois das últimas eleições, a expectativa de que uma nova esperança poderia surgir para o Brasil simplesmente morreu.

A reeleição da atual presidente acabou com todas as nossas esperanças.

O mercado financeiro respondeu de maneira muito negativa ao resultado das eleições e as empresas estão dando mostra de uma retração total.

Publicações estrangeiras, especializadas em economia, falam abertamente dos sérios problemas da economia brasileira.

Aqui no Brasil, só estão otimistas os otários que votaram na candidata vencedora. Continuam iludidos, com a crença de que as coisas vão melhorar.

Contudo, as coisas não estão melhorando e nem se estabilizando. Estão piorando!

Por exemplo, pessoas que tinham ações de uma certa companhia de petróleo, viram o valores de suas ações caírem pelo menos quinze por cento em menos de um mês. Perda tão grande em um espaço de tempo tão curto, é um indicador de como as empresas e pessoas inteligentes não acreditam no atual Governo, que infelizmente foi reeleito.

O brasileiro deve se preparar para uma fase de recessão, de poucos investimentos, de perda de negócios e oportunidades, de baixas vendas, de poucos resultados financeiros, aumento da inflação e de aumento de juros.

Deve-se evitar gastar dinheiro com coisas desnecessárias (carros, notebooks, celulares, televisores, etc) e procurar poupar o máximo que puder.

Aqueles que souberem poupar agora, estarão se garantindo para o futuro incerto, destino para o qual, a atual política econômica do Governo está nos levando.

De minha parte só posso lamentar profundamente o que está acontecendo no Brasil, e sonhar que algum milagre acontecerá, pois qualquer outra coisa diferente disto, não funcionará.

Nenhum comentário: