sábado, 26 de dezembro de 2015

RECICLANDO AS SOBRAS DE FIM DE ANO

Ontem, dia 25 de Dezembro, tive a oportunidade de ver uma reportagem muito interessante na televisão francesa, que tratava da reciclagem das coisas que sobram da época de Natal e Réveillon.

Uma entidade beneficente francesa recolhe rolhas de garrafas de todos os tipos: vinho, champagne, etc. Depois as revende para uma empresa que produz produtos de cortiça, como por exemplo tijolos para fabricar sola de sapatos femininos, placas de isolamento térmico e outras coisas. As rolhas são limpas, picadas, e se transformam em novos produtos. Nos últimos 12 meses, a associação beneficente arrecadou 20 mil Euros para serem usados em pesquisa contra o câncer.

Outra entidade beneficente recolhe brinquedos velhos e até mesmo quebrados e os recondiciona em uma oficina, que parece um verdadeiro "hospital de brinquedos". Eles são vendidos posteriormente a um preço muito mais baixo pela Internet. Além de ajudar pessoas carentes, esta entidade dá emprego a 25 pessoas.

A reportagem ainda mostra outras entidades que fazem a reciclagem do papel de presentes e das embalagens dos mesmos, e até mostrou uma outra que recicla concha de ostras e outros moluscos, transformando-as em pó e juntando tudo isto a adubo e alimento para animais, por conta do alto teor de cálcio existente nas mesmas.

Uma coisa que eu admiro muito na Europa, é a consciência ecológica que eles têm, e principalmente a noção de que vivemos em um mundo com recursos limitados.

Os europeus demonstram de maneira inteligente, que aquilo que sobra, não só das festas de fim ano, como também do ano inteiro, pode ser reaproveitado.

Infelizmente não vejo, nem de longe, a mesma preocupação aqui no Brasil.

( Texto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Nenhum comentário: