domingo, 28 de fevereiro de 2010

FOTO : IGREJA EM PARATY / RJ

Igreja de Nossa Senhora da Dores, em Paraty (RJ), segundo historiadores, construção iniciada por volta do ano de 1800 pelo Padre Antonio Xavier da Silva Braga. Até 1820 a igreja ainda não havia sido terminada. Estava prevista a construção de duas torres, mas somente uma acabou sendo construída.

Localizada em frente à Baía de Paraty, era frequentada pela elite branca da região.

Na cidade, é conhecida também como "capelinha".
( Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

domingo, 21 de fevereiro de 2010

DE UM JEITO SÓ SEU...

Minha colega Conceição, do grupo de Practitioners, enviou o texto a seguir, cuja autoria é desconhecida:

“Há um jeito que é só seu de semear o bem.

Se tem sabedoria para falar, fale! Há pessoas precisando de quem lhe rasgue novos horizontes.

Se tem o dom de ouvir, ouça! Há pessoas precisando falar para reorganizar os pensamentos e sentimentos.

Se tem o dom de enxergar os talentos alheios, enalteça-os! Há pessoas que desabrocham por conta de alguém que lhes reconheça um dom.

Se tem discernimento o bastante para fazer uma observação construtiva, faça-a. Há pessoas persistindo no mesmo erro, por falta de alguém que as alerte com carinho e firmeza.

Se você não tem vocação para engajar-se em movimentos filantrópicos de grande alcance, tenha em mente que o maior bem a ser semeado começa dentro do lar.

Oferte a sua canção, a sua poesia, a sua hospitalidade, aquele prato que ninguém sabe fazer igual.

Oferte a sua diplomacia, a sua liderança ou a sua capacidade de atuar em segundo plano para o bem comum.

Oferte o seu talento para contar piadas e fazer rir.

A sua ternura natural no trato com crianças, idosos ou animais.

A sua capacidade de manter o sangue frio nas horas de crise, quando todos em sua volta desabam.

A sua paciência de permanecer num hospital ao lado de um enfermo terminal, ou de varar a noite num velório, naquela hora crítica em que todos vão embora.

Há um jeito que é só seu, e todo seu, mesmo que seja ofertar uma flor sem ser dia de nada.

Mesmo que seja uma prece sincera, feita no silêncio do seu quarto.

Na contabilidade Divina, pouco importa se o seu jeito de semear o bem vai alcançar uma criatura ou milhões de criaturas.

Você está fazendo a sua parte, de um jeito que é só seu.

É isto o que realmente importa!”

sábado, 20 de fevereiro de 2010

CARNAVAL NO RIO GRANDE DO SUL






Foi com grande satisfação que recebi de minha tia, um convite para ir visitá-la em Santa Cruz do Sul (RS).

Felizmente tenho a oportunidade de ir de vez em quando para Santa Cruz dos Sul rever meus parentes e além disso, aquela é uma cidade que gosto muito, principalmente pela sua calma e tranqüilidade.

Inicialmente, por ser sábado de Carnaval, pensei que estaria um pouco complicado pegar um avião, mas tive muita sorte ao chegar no aeroporto. Embora ele estivesse lotado, e eu nem havia entrado na fila, um funcionário da companhia aérea apareceu de repente na minha frente e perguntou se eu queria despachar minha bagagem. Disse que sim e em menos de 10 minutos eu já estava com a passagem na mão e a bagagem despachada. Sem filas! Que sorte!

O avião estava lotado, e atrasou cerca de 40 minutos para sair. Para variar sempre tem alguém criando problema no avião, mas deixa para lá...

Em Porto Alegre estava um calor infernal. No Rio grande do Sul é assim: quando faz frio, faz muito frio, mas quando faz calor, sai de baixo... É quente mesmo.

Cheguei em Santa Cruz do Sul duas horas depois.

Durante os dias que passei lá, descansei bastante. Eu vinha de uma jornada de trabalho de várias semanas sem folga (nem nos finais de semana).

Eu realmente precisava destes dias de descanso. A casa de minha tia fica em meio a uma mata e o local é super agradável. Você convive com vários tipos de pássaros e até com macacos, que algumas vezes passam por lá. A sensação de paz e tranqüilidade é única.

Teve dia que choveu um pouco, teve dia que fez sol e pude aproveitar a piscina. Por dois dias seguidos fui até uma cabaña que minha tia tem, onde ela cria cavalos da raça crioulo. Os cavalos são magníficos. Embora sejam um pouco ariscos, basta chamar a atenção deles para o balde que contém a ração e eles vem correndo, te rodeiam e inclusive te empurram para conseguir chegar primeiro ao balde de ração que está na sua mão. Nesta hora, até a máquina fotográfica eles pensam que é ração. Se você não se cuidar, fica sem ela.

No dia de meu retorno para São José dos Campos (SP), minha tia e minha prima me levaram para passar o dia em Porto Alegre. Almoçamos em uma excelente churrascaria, fomos a o shopping e depois fui apresentado à Anna Marya, uma pessoa muito legal que trabalha com numerologia. Ela me disse coisas muito interessantes.

No fim da tarde, peguei meu vôo de volta para casa e tudo transcorreu normalmente.

O Rio Grande do Sul é um estado muito legal e seu povo, normalmente, é muito gentil e agradável.
( Texto e fotos : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

FRASES QUE GOSTO (FEVEREIRO 2010)

Frases deste mês:
  • A alma sempre sabe como curar a si própria. O grande desafio é silenciar a mente - Caroline Myss
  • Não ligo que me olhem da cabeça aos pés... porque nunca farão minha cabeça e nunca chegarão aos meus pés. - Bob Marley
  • As coisas mais importantes na vida não são as coisas - Anthony J. D'Angelo
  • Mais real do que fazer da vida um sonho, é fazer do sonho a vida, pois nem sempre temos a vida que sonhamos, mas sempre teremos um sonho para viver.
  • As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.