sábado, 30 de julho de 2016

RECEITA DE BACALHAU À NAPOLITANA


Ingredientes:
  • 300 gramas de lombo de bacalhau dessalgado, sem pele e sem espinhas
  • 5 tomates maduros sem pele, sem sementes, cortados grosseiramente
  • Azeite de oliva
  • 100 gramas de farinha de trigo
  • 3 dentes de alho
  • Alcaparras a gosto
  • Azeitonas pretas portuguesas a gosto
  • Sal a gosto
  • Uma pitada de pimenta-do-reino
  • Uma pitada de açúcar
Preparo:

Atenção - Não utilize nesta receita azeite de oliva extra virgem, pois ele pode deixar o gosto da comida amargo.

Corte cada dente de alho em 4 partes.

Em uma panela pequena, refogue rapidamente o alho em 30 Ml de azeite de oliva e em seguida junte o tomate.

Cozinhe por 5 minutos em fogo baixo, junte as alcaparras e as azeitonas. Coloque uma pitada de açúcar, uma pitada de pimenta-do-reino e sal a gosto, cozinhando em fogo baixo por mais 5 minutos. Terminado o cozimento, desligue o fogo e reserve.

Passe o bacalhau na farinha de trigo, retirando o excesso.

Em uma frigideira, ponha 30 ml de azeite de oliva e frite o bacalhau até que fique dourado.

Ponha uma colher de sopa de azeite de oliva no fundo de um refratário, depois o bacalhau. Vire o molho de tomate por cima.

Tape o refratário com papel alumínio e em um forno pré-aquecido a 150 graus Celsius, coloque o refratário por 35 minutos, ou até que o bacalhau fique macio.

Tempo de preparo: 80 minutos

Serve 2 pessoas

domingo, 24 de julho de 2016

LIVRO : O PODER DA AÇÃO



Título do livro: O poder da ação - Faça sua vida ideal sair do papel

Autor: Paulo Vieira

Editora: Gente

ISBN: 978-85-452-0034-5

Minha percepção sobre o livro: Um livro muito bom, que abrange diversos aspectos, com exercícios para desenvolver sua percepção sobre o estado geral de sua vida. A leitura atenta do livro, poderá fazer com que muitas "fichas caiam", e você desperte para coisas que antes não percebia. Parece uma sessão de coaching por escrito. Considero como um dos melhores livros de auto-ajuda que já li.

Você poderá comprar este livro clicando na imagem ou link abaixo:

segunda-feira, 11 de julho de 2016

FOTO DO MÊS (JULHO/2016)


Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

sábado, 9 de julho de 2016

DESENVOLVIMENTO PESSOAL - TORNANDO SEUS PLANOS POSSÍVEIS - PARTE 6


Na publicação do mês passado foi proposta uma avaliação de diversas áreas de sua vida.

Foi sugerido ainda que você descrevesse detalhadamente a meta que deseja alcançar.

Hoje começo indicando mais um ponto importantíssimo sobre a descrição de sua meta: o prazo.

Até qual data você quer alcançar a sua meta? Quando você deseja vê-la realizada?

Somando esta data com a descrição detalhada que você já havia feito, podemos ir para a próxima etapa, que é verificar se sua meta é realmente alcançável...

Para isso, você precisará responder a algumas perguntas:

1-) Sua meta depende só de você?

2-) Como você vai se sentir quando sua meta for alcançada?

3-) O que você vai obter quando alcançar a sua meta?

3-) Acredita que sua meta seja alcançável, no prazo estipulado por você? O que te leva a crer nisto?

4-) Você já tentou no passado alcançar este objetivo? Quais motivos lhe impediram de alcançá-lo?

5-) Você tem todos os recursos necessários para alcançar este objetivo? Se ainda não tem todos, sabe o que está faltando? O que pode lhe impedir de alcançá-lo?

Por quê precisamos fazer esta etapa, com este monte de perguntas?

Algumas (muitas) pessoas têm percepções equivocadas sobre o que realmente conseguem realizar, e vivem enganando a si próprias. Isto dificulta, ou até mesmo impossibilita a realização da meta. Antes de começar qualquer coisa, é imprescindível "colocar os pés no chão".

Um exemplo simples é a pessoa que ganha mil reais por mês, e deseja comprar um carro zero quilômetro que custa quinhentos mil reais, no final de 12 meses a contar desta data. Você acha que isto é possível, levando em conta a realidade desta pessoa na data de hoje?

Todos sabem que um processo de Coaching por exemplo, tem tudo a ver com mudanças e melhorias de todos os tipos, mas sinceramente, em uma meta como a que foi mencionada no exemplo acima, a pessoa precisará fazer muitas "mágicas" para alcançá-la.

Por isso, precisamos verificar se nossas metas são alcançáveis, antes mesmo de começar a desenvolver um plano de ação para elas. Se a meta não for alcançável, escolha outra. Se ainda assim você quiser tentar, perfeito, siga em frente, mas tenha ciência das dificuldades.

Espero que tenha aproveitado a dica de hoje.

Na próxima publicação, vamos aprender a fazer um plano de ação para alcançar a meta.

Caso você se sinta à vontade, compartilhe sua experiência na área de comentários abaixo.

Até breve!

Texto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Imagens: Atribuição CC0 (domínio público).


Você poderá ver os artigos anteriores desta série de Desenvolvimento Pessoal nestes links:

Parte 1
http://tudoqueseiequenadasei.blogspot.com/2016/02/desenvolvimento-pessoal-planos-possiveis.html

Parte 2
http://tudoqueseiequenadasei.blogspot.com.br/2016/03/desenvolvimento-pessoal-planos-possiveis.html

Parte 3
http://tudoqueseiequenadasei.blogspot.com/2016/04/desenvolvimento-pessoal-planos-possiveis.html

Parte 4
http://tudoqueseiequenadasei.blogspot.com.br/2016/05/desenvolvimento-pessoal-planos-possiveis.html

Parte 5
http://tudoqueseiequenadasei.blogspot.com.br/2016/06/desenvolvimento-pessoal-planos-possiveis.html

Gostaria de deixar a sugestão de um livro muito bom, que talvez possa lhe ajudar na realização de projetos de vida:

sexta-feira, 1 de julho de 2016

FRASES QUE GOSTO (JULHO/2016)



Frases deste mês:
  • Sempre sonhe e aponte mais alto do que aquilo que sabe que pode fazer. Não se preocupe apenas em ser melhor que os seus contemporâneos ou predecessores. Tente superar-se a si próprio. - William Faulkner
  • Você tem 100% de certeza que não vai conseguir fazer algo? Então aja!
  • O "outro" não o preenche. Preenchimento é algo "interno".
  • Se desejamos libertarmo-nos da escravidão, devemos escolher a liberdade e a responsabilidade que ela acarreta.