quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

GOSTAVA TANTO DE VOCÊ

Uma das melhores coisas que aprendi em meus cursos de PNL foi viver cada dia de minha vida como se fosse o último. Desde então, minha vida tem sido muito mais rica, muito mais feliz.

Recebi esta semana uma mensagem com um texto, cujo autor é desconhecido, mas tem muito a ver com este meu novo modo de viver:

O autor da música 'Gostava tanto de você', não a escreveu por causa de uma namorada que o tinha abandonado, mas sim, para a filha dele que havia falecido em um acidente. Talvez esta canção seja um bom motivo para você começar a caçar libélulas, dançar, brincar, namorar, beijar, nadar, andar de bicicleta, soltar pipa ou fazer qualquer outra coisa que queira de verdade. Leia a letra da música pensando no seu verdadeiro significado.

Não sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar
Você marcou a minha vida
Viveu morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão que em minha porta bate
E eu gostava tanto de você...
Gostava tanto de você...
Eu corro e fujo destas sombras
Em sonhos vejo esse passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver para não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
E eu gostava tanto de você...
Gostava tanto de você...

Aproveite cada momento da sua vida ao máximo, passe o maior tempo possível com as pessoas que você ama (família, amigos e amores) e torne estes momentos inesquecíveis. Aproveite a sua vida! Problemas, esses todos temos, podem ter certeza! A diferença é saber que um dia todos eles, mais cedo ou mais tarde, vão se resolver, e, provavelmente, daí surgirão outros. Não podemos ficar esperando a ausência de problemas para sermos felizes!

'A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego... de tanto rir, de surpresa, de êxtase, de felicidade.'