quarta-feira, 10 de março de 2010

ANTES E DEPOIS

Normalmente, evito fazer qualquer tipo de postagem de cunho político, mas esta eu não posso deixar de postar. Não sei quem é o autor deste texto, mas ele está de parabéns!

Antes de tomar posse, o discurso "dele" e de seu partido era algo mais ou menos parecido com isto:

"Nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais
para alcançar nossos ideais.
Mostraremos que é grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo de nossa ação.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os mensaleiros e sanguessugas.
Não permitiremos de nenhum modo que
nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos nossos propósitos mesmo que
os recursos econômicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
compreendam que
somos a nova política."

Depois que ele tomou posse, as coisas se inverteram, literalmente. Se você ler o texto de baixo para cima, perceberá que as coisas hoje estão muito semelhantes.

Para não lhe dar o trabalho de ler o texto de baixo para cima, irei invertê-lo:

"Somos a nova política.
Compreendam que
exerceremos o poder até que
os recursos econômicos do país se esgotem.
Cumpriremos nossos propósitos mesmo que
nossas crianças morram de fome.
Não permitiremos de nenhum modo que
se termine com os mensaleiros e sanguessugas.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se possa governar com as manchas da velha política.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
a justiça social será o alvo de nossa ação.
Asseguramos sem dúvida que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Mostraremos que é grande estupidez crer que
para alcançar nossos ideais,
a honestidade e a transparência são fundamentais.
Porque se há algo certo para nós, é que
não lutaremos contra a corrupção.
Só os tolos podem crer que
nosso partido cumpre o que promete."

2 comentários:

Sofia disse...

Oie, lindo!
Amo de paixão o poema no teu perfil, mas ele não é do Chaplin e sim de um poeta brasileiro chamado Augusto Branco.
- Beijinhos..

Will disse...

Olá Sofia,

Obrigado pelo comentário e pela dica. Já fiz um "acerto" no meu perfil.

Bjs,

Wil