domingo, 5 de julho de 2009

CANÇÃO LÓGICA

Hoje tive a oportunidade de ver um vídeo muito legal da música LOGICAL SONG do grupo SUPERTRAMP.

O vídeo era montado com trechos de vários filmes, tendo esta música como fundo e sua tradução na tela.

Eu nunca havia prestado atenção à tradução e somente hoje percebi que como ela reflete a minha realidade e pelo que tenho visto, realidade de quase todo ser humano que conheço.

Como é que vidas felizes se tornam infernais? Seriam crenças limitantes? Pessoas com quem convivemos? Ou talvez até a própria vida?

Você olha para trás, vê tudo que já passou e não se reconhece. Quem sou eu realmente?

Segue a tradução da música:

Quando eu era mais novo, a vida parecia tão maravilhosa, milagrosa, linda, tão mágica.

E todos os pássaros nas árvores ficavam cantando tão alegremente, felizes e saltitantes, me observando.

Mas depois me mandaram para longe para me ensinar a ser sensato, lógico, responsável, prático. E me mostraram um mundo onde eu podia ser tão confiável, clínico, intelectual, cínico.

Às vezes, quando o mundo inteiro está dormindo, os questionamentos são profundos demais para um homem tão simples.

Por favor, diga para mim, por favor, o que foi que aprendemos. Eu sei que parece absurdo, mas por favor, digam-me quem eu sou.

Mas cuidado com o que vai dizer, senão vão lhe chamar de radical, liberal, fanático, criminoso.

Será que você não quer deixar aqui seu nome? Gostaríamos de sentir que você é aceitável, respeitável, legal.

À noite, quando o mundo inteiro está dormindo, os questionamentos são profundos demais para um homem tão simples.

Por favor, diga para mim, por favor, o que foi que aprendemos. Eu sei que parece absurdo, mas por favor, digam-me quem eu sou.