segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

O QUE FAÇO DA VIDA ?

(Texto de Lucya Janeth Vervloet)

"Quando estiver tudo bem ou tudo mal e você se perguntar o que mais fazer da vida, lembre-se de que sua vida não lhe pertence, pois o inverso é verdadeiro, todos pertencemos a Ela. Pode ser crueldade, cuidado ou ensinamento, mas quem dita as regras é sempre o Todo, nós apenas nos enganamos mais ou menos em conformidade com o tamanho de nosso ego, ignorância espiritual ou esquecimento mesmo, o mais comum.

Descobrir uma forma de ser útil, servir e/ou envolver-se na ajuda aos menos favorecidos pode ser uma boa opção quando sentimo-nos com um grande vazio interior e carentes de amor e atenção.

Já repararam quantas vidas andam desperdiçadas pelo simples ou não tão simples fato de não se saber que rumo tomar? Principalmente depois de inúmeras decisões que não foram tão frutíferas quanto gostaríamos que tivessem sido?

Interessantes são os paradoxos da existência: quando abandonamos os desejos e anseios por algo ou alguém, de repente, do nada, os recebemos como presente. Quando deixamos os sonhos por tanto tempo acalentados e não realizados na reserva, de repente, do nada, surge do inesperado, a grande oportunidade de realização. Então podemos assim entender as palavras de Cristo quando nos ensinou que para termos a vida precisamos perdê-la.

Ora, quando esqueço de mim, de meus problemas menores e dirijo-me aos outros, automaticamente estou dando oportunidade para que algo novo me aconteça. O difícil é conviver com a sensação de não estar no controle. Mesmo quando conscientes de que a vida vive através de nós e não o contrário não é tarefa das mais fáceis para algumas mentes tão treinadas a não errar nunca, seja por orgulho, ética ou cultura. Dá tudo na mesma, estamos presos na armadilha da perfeição.

Encontrei um Centro de Luz onde atuar e depois de receber o tratamento em uma única sessão, sinto-me energizada, confiante e alerta como há tempos não sentia. Parece-me que recebi um influxo de energia em todos meus chakras logo após passar pela sala de chama violeta e do tratamento com cristais. E olha que eu não estava em meus melhores dias. Como precisamos ter cuidado com nossos relacionamentos íntimos! Quanto de nós passamos e quanto do outro recebemos! Sem falar dos inúmeros contatos diários com toda sorte de energias densas, negativas, não qualificadas às quais estamos expostos. Se pensar muito...

Temos muito que fazer das nossas vidas no exato lugar onde nos encontramos. Sei que parece fácil para quem está em seu quarto sossegada, com algum conforto, dizer tal coisa. Mas, o que é a vida sem liberdade? Sejamos honestos, queremos mesmo ser livres? A pergunta fica no ar.

A vida pode ser tanto bela quanto tornar-se um fardo difícil e penoso de carregar. A quem podemos culpar? Os fatos da vida existem e negá-los de nada nos adianta na senda da evolução. Somente a entrega pode amenizar a sensação de insegurança que sentimos quando a mente não consegue respostas rápidas para acontecimentos não previstos e conhecidos. O desconhecido amedronta e faz tremer. Mas, se conseguirmos manter a fé, a calma e pedirmos ajuda no lugar certo, logo tudo pode serenar e somente as lembranças do tempo ruim podem permanecer."

Nenhum comentário: